Programa TECNOx 4.0

Português Brasileiro:

Castelhano:

Programação preliminar

O TECNOx, enquanto coletividade latino-americana de desenvolvedores e usuários de tecnologias livres, integrando atores acadêmicos e não acadêmicos, propõem não só painéis, sessões e oficinas mas também novos formatos de participação para a disseminação do conhecimento científico e tecnológico, tais como as desconferências.

  • Desconferências – As desconferências são rodas de discussão sobre temas levantados coletivamente e espontaneamente pelo grupo, no que também pode ser entendido como uma forma de crowdsourcing. A dinâmica tem a seguinte estrutura:

    • Toró de ideias (Brainstorm): Os participantes são convidados a escreverem em papéis e colarem em um quadro temas de seu interesse, que podem ser abrangentes ou específicos.

    • Agrupamento: Ao final do levantamento de ideias, os assuntos são agrupados em alguns aglomerados e nomeados de acordo com um tema comum que conecta esses tópicos. Esse processo também é conduzido organicamente por todos os participantes.

    • Rodas de Conversa: A partir da definição dos tópicos, a organização do evento indica os espaços reservados para cada um temas e convida os participantes a se organizarem. Para as rodas de conversa, é importante que um integrante se coloque como facilitador, quem tem a missão de garantir a participação de todos na conversa, e outro se coloque como relator, quem tem o objetivo de documentar aspectos importantes e consensos da discussão. Essa documentação é disponibilizada abertamente em meio virtual, constituindo um dos resultados consolidados do evento, que se apresentam como referências para os grupos de trabalho presentes e, de maneira mais ampla, a toda a coletividade engajada ou em tecnologias livres em temas transversais às mesmas.

    • Relatos: Ao final das conversas, todos os participantes são convidados a se reunirem e então os relatores compartilham com o grande grupo como foi cada uma das desconferências.

  • Sessão de pôsteres e mostra de tecnologias livres: Cada projeto selecionado para publicação no livro de resumos terá a oportunidade de ser exibido na forma de pôster e, havendo a possibilidade, acompanhado de uma amostra da tecnologia. Estas sessões serão iniciadas com um pitch, de 3 minutos, onde cada equipe irá apresentar seu trabalho no palco para cativar os demais a visitarem seu pôster. Serão aceitos trabalhos que envolvam pesquisa ou desenvolvimento de tecnologias livres, sejam projetos biológicos, hardware ou software livres, podendo ser expostos como pôsteres. Estará aberta a possibilidade da montagem de estandes com protótipos e pôsteres em um espaço amplo no qual participantes e visitantes possam transitar e conhecer os trabalhos.

  • Oficinas – Esses serão momentos que combinarão oficinas pré-programadas e outras propostas espontaneamente ao longo do evento em dois turnos. A proposta é promover momentos para facilitar a inserção de novos participantes no movimento, a partir do compartilhamento de conhecimentos práticos. Além disso, abre-se uma oportunidade para que diferentes grupos e indivíduos, mesmo os mais experientes, troquem conhecimentos e preencham lacunas que percebam para melhor contribuírem para a coletividade de tecnologias livres. Serão oferecidas oficinas direcionadas aos indivíduos e coletivos que tem a intenção de fazer projetos abertos, porém não tem a experiência para fazê-lo, uma vez que este é um ramo recente da tecnologia. É necessário desenvolver a documentação do projeto considerando os formatos de arquivos e programas utilizados no desenvolvimento. Aspectos de licenciamento também devem ser considerados para tornar uma tecnologia livre, demanda que muitas vezes não está clara para as pessoas. Assim, algumas oficinas terão o objetivo de aprimorar a apresentação da documentação, licenciamento, ferramentas utilizadas, formas de comunicação dos projetos inscritos, visando facilitar a criação de derivações do projeto e/ou a expansão da coletividade de usuários e desenvolvedores do projeto.

  • Painéis – Os painéis serão momentos de discussão entre referências em determinados assuntos considerados importantes pela organização do evento e os quais estão intimamente relacionados com o tema do evento: ética, direitos humanos e tecnologias livres. A partir disso, pretendemos atingir ressonância entre o grande grupo sobre reflexões e fundamentos importantes sobre cada um dos temas elencados pelos especialistas convidados. Os painelistas terão de 15 a 20 minutos para suas falas iniciais e então será aberto um momento de debate.